Nutrição Animal

Nutrição Animal – 7 dicas para melhorar a performance do seu rebanho

Além das técnicas de manejo, cuidados de salubridade com as baias e todo o ambiente onde o animal fica, atenção veterinária entre outros fatores, a nutrição animal é de extrema relevância para potencializar a performance da criação. Fortalece o sistema imune e garante melhores rendimentos para o produtor rural.

Ter um plano de nutrição envolve atuar com mecanismos que melhoram a produtividade e o desempenho dos animais de criação, se atentando às normas do MAPA – Ministério da Agricultura e Pecuária.

7 dicas de Nutrição Animal para potencializar sua criação

A nutrição animal é um dos principais pilares tanto da criação do gado de leite quanto de corte. Para alcançar melhores rendimentos cada vez mais os criadores buscam em fontes naturais o equilíbrio para uma alimentação balanceada. 

Para fortalecer a microbiota ruminal ou potencializar o desempenho dos animais, a suplementação por meio de um complexo biomineral vai enriquecer a dieta. Para isso, dentro do plano de nutrição é importante estabelecer o objetivo do regime alimentar que será ofertado; aumentar o fator energético, proteico ou mineral são três pontos que estão relacionados à suplementação com foco em aumentar o desempenho, por exemplo. 

Veja a seguir 7 principais fatores que devem ser observados na hora de estabelecer um Plano de Nutrição 

1 – Características & Necessidades

Assim como nos seres humanos, os fatores que influenciam as necessidades nutricionais do organismo animal possui particularidades relacionadas a predisposições genéticas. Portanto, o nível de carboidratos, proteínas, vitaminas entre outros nutrientes vai variar de acordo com o rebanho. Observe isso junto ao profissional que cuida da sua criação para que estabeleça uma dieta balanceada. Procure sempre rações ou suplementos que atendam a essas necessidades. 

2 – Ambiente & Mudanças de Temperatura 

Como já citado a salubridade do local onde o animal fica ou circula é de suma importância para sua saúde e desempenho. Quanto à temperatura, algumas espécies podem sofrer “estresse térmico”. Muito comum em gado de leite, o calor é um exemplo de ‘estresse térmico’ que causa sofrimento nesses animais. Neste caso é indicado que fiquem em local que promova um ambiente adequado e conforto térmico aos animais; de preferência o mais natural possível. 

3 – Hidratação & Salubridade

Novamente a questão da salubridade, nesse caso especificamente sobre o local onde fica a água que hidrata os animais. O local deve estar sempre abastecido com água fresca e limpa. Ter acesso irrestrito a água limpa e fresca aumenta o desempenho dos animais. Animal que não bebe não come.

4 – Faixa Etária & Fases

Não é à toa que as rações indicam a faixa etária e/ou fases dos animais. Em cada etapa da vida existe uma necessidade particular de nutrientes e minerais. Nos jovens “em fase de crescimento” há maior necessidade de suplementação do que nos adultos. Já nas fêmeas em fase gestacional também é outro ponto estratégico de observação para a nutrição desse rebanho. Cada fase exige um tratamento específico e rações próprias se tornam determinantes para potencializar o desempenho e a produtividade.

5 – Periodicidade & Frequência

Para quem quer um rebanho de alta performance não se pode abrir mão; o fornecimento de alimentação frequente, abundante, disponível e fresca. 

6 – Nutrição Animal e as Mudanças na dieta 

Evite fazer alterações repentinas na dieta dos animais. Tanto a forma como o alimento é oferecido quanto a textura, local, quantidade, etc são fatores que interferem no hábito alimentar dos animais. Quando for necessário fazer alguma mudança, comece devagar. Quando for mais de uma mudança, por exemplo, precisará mudar a apresentação da ração, o local e a quantidade. Realize uma mudança de cada vez. Só altere o local, quando o animal já se adaptou à nova apresentação ou vice-versa. Assim, gradativamente se alcançará o resultado esperado da mudança proposta.

7 – Qualidade Nutricional

Por fim, mas não menos importante, a qualidade da composição do que é oferecido fará toda a diferença. Preze pela qualidade da nutrição animal. Verifique os rótulos. Certifique-se que os níveis nutricionais estão dentro do padrão exigido. Observe a composição da ração, se há suplementação ou não, se é de origem orgânica e tantas outras características que terão grande influência no resultado final do desempenho da criação. 

O LithoNutri® por exemplo é um produto natural rico em macro e micronutrientes, 100% natural altamente benéfico ao metabolismo dos animais. Para conhecer outros benefícios que o LithoNutri® oferece com relação ao desempenho e performance animal entre em contato com a gente.